Passe o mouse sobre a foto para ampliar

LIVRO ELA ESCOLHEU SERVIR - A DEFESA DE MARTA

Departamento:
Avaliação pessoal:

R$ 24,90



Lançamento!




É provável que você também conheça a história em que Jesus estava numa casa em Betânia, e enquanto Maria assenta-se contemplativa aos Seus pés a fim de ouvi-lo, sua irmã, Marta, andava assoberbada de um lado para outro com os cuidados da casa. Esta, ao ver que a Maria não se tocava, e não suportando mais aquele abuso por parte da irmã, decidiu reclamar com Jesus. Mas, ao invés de apoiá-la e de dar razão ao seu pedido, Jesus a repreendeu por sua ansiedade. E conclui dizendo que a boa parte que Maria escolheu não lhe seria tirada.
Ser identificado com Marta, a ansiosa, tenho aprendido ao longo desses anos, não é um bom negócio. Marta é um exemplo de mau exemplo. Marta é carnal, brigona e perturbada. Praticamente, a versão feminina de Judas Iscariotes. O ideal cristão culturalmente sedimentado nos leva a querer ser como Maria... Sempre aos pés de Cristo, ávida por ouvir Seus ensinos enriquecedores, uma verdadeira adoradora. Maria é BOA! Raquel é... Ou melhor, Marta é MÁ!
Durante muito tempo, tenho presenciado o quanto se tem desvalorizado e criticado essa serva devota e amada discípula do Senhor Jesus, chamada Marta. Vejo que suas qualidades ficaram na cozinha, escondidas do olhar da maioria. Mas, permitindo Deus, nós as acharemos e as traremos à vista de todos.
Se você se interessou pela leitura desse livro a partir do título ou da leitura desta introdução, é provável que já exista alguma identificação entre você e a personagem tema. Se for o caso, não precisa se ajeitar no banco para continuar a leitura. Pode tirar as sandálias dos pés, nada aqui vai machucá-lo. Nem os leitores Marta. Nem os leitores Maria. De qualquer forma, que me perdoem as “Marias”, mas este livro é dedicado às “Martas”.
Sobre o autor:
Jarmuth Jordão é pastor há 17 anos. Dirigiu várias filiais da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) ao longo desse tempo e, atualmente, é pastor na ADVEC de Macaé, RJ. É formado em Teologia pela FACETEN e em Direito pela UFRJ. Casado com Débora Viana há 22 anos e pai de João Vitor e de Letícia.